http://www.oconciergepb.com.br/wp-content/uploads/2014/10/nao-engordar-comendo-fora-4.jpg

Os efeitos da crise econômica brasileira afetam todos os setores de serviços e não seria diferente com os bares e restaurantes. Mas para sair do “achismo” e ter dados reais para avaliar o cenário atual, a Abrasel no Paraná, em parceria com Núcleo de Estudos e Laboratório de Excelência em Serviços da Universidade Positivo, realizou uma pesquisa inédita na cidade de Durante o mês de outubro, foram entrevistadas 200 pessoas que fazem alguma refeição fora de casa, principalmente na  hora do almoço, em 10 estabelecimentos da capital. Metade (50%) delas afirmou comer diariamente (de segunda a sexta) em algum restaurante. A capital paranaense ficou acima da média nacional, que está em 30%.

Apesar deste número expressivo, o dado que chama mais atenção é que para 64% das pessoas os hábitos já mudaram por conta da crise. A mudança varia desde a busca por lugares mais baratos, a diminuição na frequência e até a composição do cardápio, ou seja, menos comida no prato. “É possível notar que mesmo em tempos difíceis, o consumidor não abre mão de comer fora. A tarefa agora é dos estabelecimentos se adequarem a essa nova realidade e essa pesquisa é determinante para ajudá-los a tomar decisões, como novos investimentos, por exemplo”, analisa Luciano Bartolomeu, diretor-executivo da Abrasel o Paraná.

Mesmo com a economia na ponta do lápis, o público não abre mão da qualidade. Para 66% dos entrevistados, este ainda é o fator decisivo na hora de escolher um estabelecimento. O preço foi um dos últimos itens citados. “Para nós, este dado é fundamental. Ele comprova que a chave para manter o movimento não é diminuir o preço, mas sim oferecer produtos de qualidade e um ótimo serviço. As pessoas estão buscando o custo-benefício de tudo”, completa Luciano.

Veja outros highlights da pesquisa:

– 68% dos entrevistados comem fora na hora do almoço;
– 71% preferem os restaurantes com buffet;
– 42% gastam em média entre R$15 e R$25 em uma refeição;
– 89% estão satisfeitos com os serviços gastronômicos oferecidos em Curitiba.

Fonte: Assessoria de Imprensa